Na despedida de NJr, Santos empata em 0 a 0 com o Flamengo na estreia do SFC no Brasileirão 2013

Foto: Reuters
27/05/2013

Por Helena Passarelli

Uma lágrima marcou o dia 26 de maio de 2013. Dos olhos de Neymar Jr, durante o hino nacional, esta lágrima fechou um ciclo do camisa 11 no Santos FC na tarde deste domingo (26) na estreia do Santos no Brasileirão 2013 em Brasília. Em sua despedida, o Peixe empatou em 0 a 0 contra o Flamengo. O craque não marcou gols, mas o lance mais marcante deste clássico entre paulistas e cariocas ficou mesmo para aquela lágrima de antes do jogo.

E com as palavras finais na saída do gramado, NJr agradeceu quem mais o apoiou ao longo destes mais de quatro anos de profissional alvinegro. “A torcida do Santos é a única que sempre torceu de verdade por mim. Tenho que agradecer e dizer um até logo, porque já já estou de volta”, disse.

Já o Peixe volta a jogar pelo Brasileirão contra o Botafogo-RJ na quarta-feira (29), às 19h30, no Raulino de Oliveira. Com este empate sem gols e aguardando os jogos da rodada das 18horas, o Santos se encontra na 9ª colocação, com 1 ponto na tabela.

O jogo

O Mané Garrincha abriu a caminhada de Santos e Flamengo no Campeonato Brasileiro 2013, mas no primeiro tempo as novas redes do estádio de Brasília não balançaram. O Peixe encontrou dificuldade de fazer a ligação com o meio de campo e assim Rafael teve um pouco de trabalho. O goleiro santista fez boa defesa na melhor oportunidade de gol do Flamengo que pressionou o tempo todo. Sendo assim, a partida caminhou para o intervalo em 0 a 0.

A partida voltou equilibrada no segundo tempo e o Peixe conseguiu trabalhar melhor a bola. Neymar Jr. parou na defesa de Felipe após cobrança de falta e o garoto Gabriel, de 16 anos, entrou no jogo e também teve boa chance de abrir o placar em chute de fora da área. O Flamengo não ficou muito atrás e também se arriscou na defesa santista que evitou a derrota para o Peixe no empate em 0 a 0 na inauguração do Mané Garrincha, um dos estádios que irão sediar os jogos da Copa das Confederações no Brasil.

Fonte: Neymar Jr

Confira os resultados de domingo pelo Brasileirão e onze estaduais

27/05/2013

Cruzeiro goleia, já Santos e Flamengo empatam sem gols na despedida de Neymar. Sergipe, Plácido de Castro e Princesa do Solimões são campeões

Campeonato Brasileiro 2013 (1ª rodada)

Santos 0 x 0 Flamengo
Ponte Preta 0 x 2 São Paulo
Grêmio 2 x 0 Náutico
Criciúma 3 x 1 Bahia
Fluminense 2 x 1 Atlético-PR
Coritiba 2 x 1 Atlético-MG
Cruzeiro 5 x 0 Goiás

Campeonato Sergipano 2013 (Final - jogo de volta)

Sergipe 3 x 2 River Plate (Ida: 0 x 0)

*Sergipe é campeão sergipano de 2013.

Campeonato Amazonense 2013 (Final - jogo de volta)

Princesa do Solimões 2 x 0 Nacional-AM (Ida: 3 x 1)
(Nos pênaltis: Princesa do Solimões 8 x 7 Nacional-AM)

*Princesa do Solimões é campeão amazonense de 2013.

Campeonato Maranhense 2013 (Segundo turno - Final - jogo de volta)

Sampaio Corrêa 2 x 2 Maranhão (Ida: 0 x 1)

*Maranhão vence returno e decidirá o título com o Imperatriz.

Campeonato Acreano 2013 (Final - jogo de volta)

Rio Branco-AC 0 x 3 Plácido de Castro (Ida: 2 x 0)
(Prorrogação: 0 x 0)
(Nos pênaltis: Rio Branco-AC 2 x 4 Plácido de Castro)

*Plácido de Castro é campeão acreano de 2013.

Campeonato Rondoniense 2013 (Final - jogo de ida)

Vilhena 5 x 0 Pimentense

Campeonato Paulista Segunda Divisão 2013 (Primeira fase - 5ª rodada)

Araçatuba 0 x 0 Tanabi
Taquaritinga 1 x 2 Inter de Bebedouro
Matonense 3 x 0 José Bonifácio
Guariba 0 x 2 Olímpia-SP
Palmeirinha 5 x 0 XV de Jaú
Paulistinha 3 x 1 Américo
Radium 2 x 3 Pirassununguense
SEV Hortolândia 2 x 0 Nacional-SP
União Mogi 2 x 1 Manthiqueira
Portuguesa Santista 2 x 1 Diadema

Campeonato Carioca Série C 2013 (Primeira fase - 3ª rodada)

Miguel Couto 1 x 0 Nilópolis
Esprof 1 x 0 Barcelona
Condor 1 x 2 Mangaratibense
Rio das Ostras 0 x 3 Rubro - WO
Riostrense 5 x 2 Itaboraí Profute
Búzios 2 x 0 Teresópolis
São José-RJ 2 x 1 Futuro Bem Próximo
São Cristóvão 0 x 1 São Gonçalo EC
São Gonçalo FC 1 x 0 Rio de Janeiro
Duquecaxiense 0 x 0 Serrano-RJ
União Marechal 1 x 0 Nova Cidade
Marinho 1 x 2 La Coruña
Heliópolis 0 x 3 São Pedro
Rio São Paulo 0 x 3 União Central
Bela Vista 3 x 0 Carapebus - WO

Campeonato Gaúcho Segunda Divisão 2013 (Segundo turno - 2ª rodada)

Guarany de Camaquã 1 x 0 Glória
Internacional SM 1 x 0 Riopardense
São Paulo-RS 2 x 2 Riograndense
Farroupilha 0 x 0 Panambi
Avenida 0 x 1 Santo Ângelo
União Frederiquense 1 x 1 Ypiranga-RS
Gaúcho 0 x 3 Brasil de Pelotas

Campeonato Catarinense Segunda Divisão 2013 (Primeiro turno - 1ª rodada)

Tubarão 3 x 1 Biguaçu
Marcílio Dias 1 x 0 Caçador
Brusque 1 x 0 Imbituba
Porto-SC 2 x 1 Hercílio Luz
Concórdia 1 x 0 XV de Outubro

Campeonato Cearense Série B 2013 (Primeira fase - 13ª rodada)

Quixadá 3 x 2 Maranguape
Nova Russas 1 x 1 Crateús
Pacatuba 2 x 2 Arsenal de Caridade

Bayern vence Borussia e conquista Champions

Lahm ergue o troféu de campeão da Liga
Christof Stache/AFP

26/05/2013

Robben se redime de pênalti perdido na última final e faz gol do título aos 44 minutos do segundo tempo

Presente em três das últimas quatro finais de Liga dos Campeões, o Bayern de Munique, enfim, conseguiu levantar o troféu mais desejado da Europa. E justamente quando tinha um dos maiores rivais do outro lado. O time bávaro superou o Borussia Dortmund por 2 a 1, neste sábado, no estádio de Wembley, em Londres, com um gol aos 44 minutos do segundo tempo.

Além da conquista, outro "tabu" caiu por terra: Robben, marcado por perder gols importantes em momentos decisivos, incluindo um pênalti na decisão do torneio na temporada anterior (contra o Chelsea), foi responsável por uma assistência e pelo tento salvador.

O jogo

O Borussia começou melhor. Já desde o início, o time de Jürgen Klopp arriscou uma marcação adiantada, e conseguia fazer seus contra-ataques começarem já na intermediária. Ao mesmo tempo, evitava que o Bayern trocasse bolas. Quando fazia isso, ficava apenas entre os zagueiros e os laterais, de lá para cá, e nem os volantes habilidosos participavam tanto.

Apenas neste período inicial, surgiram quatro chances muito boas para o Borussia. A primeira em chute de fora de Lewandowski, outra bem perto do gol com Blaszczykowski, outra na entrada da área com Reus, e mais uma com Bender. Neuer brilhou em todas e evitou o gol do Dortmund.

Só aos poucos que o Bayern conseguiu diminuir o ímpeto rival. Mas as primeiras chances vieram pelo alto, ou de contra-ataque. E se os bávaros tinham Neuer, o Borussia tinha Weidenfeller. Evitou gols de Mandzukic e Javi Martínez, ambos em finalizações de cabeça, de depois de Robben, que ficou na cara dele. Aliás, a defesa foi com a cara mesmo.

Robben passa pela marcação do Borussia e toca na saída do goleiro para garantir o título
Foto: Patrik Stollarz/AFP


Acabou que os goleiros viraram os grandes nomes do primeiro tempo. Neuer voltou a brilhar quando Lewandowski finalizou em sua saída. E Weidenfeller voltou a defender um chute com o rosto, e novamente com Robben, que perdia o segundo gol seguido.

Mas nesta altura, o Bayern conseguiu igualar as condições. Martínez e Schweinsteiger já saíam para o jogo, e o holandês tinha chances, principalmente com bons passes de Müller. Ribéry que ainda estava apagado.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o Borussia apostou outra vez na mesma pressão que aplicou no início da partida. Porém, isso não significa que tenha dado certo. Desta vez, o Bayern estava mais ligado no que o adversário poderia fazer, e os volantes tentaram sair mais e aparecer.

Aos poucos, a linha de três jogadores formada por Robben, Müller e Ribéry começou a aparecer. E foi através do francês e do holandês que veio o gol.

Os dois fizeram uma jogada envolvente, o holandês foi à linha de fundo e deixou Mandzukic pronto para marcar. O croata não desperdiçou e colocou para dentro.

O gol não deixou o time do Borussia nervoso. Os jogadores mantiveram-se calmos, tentando atacar pelos dois lados, e não demorou para que funcionasse. Reus entrou na área, e ao receber a marcação de Dante, ganhou um chute violento na virilha: pênalti.

Dante comete pênalti em Reus. Foto: Adrian Dennis/AFP
O brasileiro, que já tinha cartão amarelo, poderia até ter sido expulso, mas ficou em campo, Gündogan empatou ao cobrar bem para fazer seu primeiro gol pelo torneio. Na sequência, o herói foi Subotic. Müller driblou Weidenfeller, tocou para o gol. O zagueiro ganhou de Robben na corrida que, fatalmente, colocaria o Bayern na frente.

Tudo isso foi suficiente para deixar o jogo ainda mais movimentado e aberto. O Bayern teve mais chances, como em um chute de Schweinsteiger já na reta final. Mas o goleiro estava lá de novo.

Mas o destino reservou para Robben o gol do título. O holandês, justamente ele que perdeu grandes chances no primeiro tempo, desta vez superou o goleiro Weidenfeller. Depois de receber de Ribery, deixou a marcação para trás, e na saída do goleiro, chutou mansinho.

BORUSSIA DORTMUND 1 x 2 BAYERN DE MUNIQUE


BORUSSIA DORTMUND: Weidenfeller, Piszczek, Hümmels, Subotic e Schmelzer; Gündogan, Bender (Sahin, 44'/2ºT) e Reus; Blaszczykowski (Schieber, 44'/2ºT); Grosskreutz e Lewandowski. Técnico: Jürgen Klopp

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer, Lahm, Boateng, Dante e Alaba; Schweinsteiger e Martínez; Robben, Müller e Ribéry (Luiz Gustavo, 44'/2ºT); Mandzukic (Gómez, 46'/2ºT). Técnico: Jupp Heynckes


Local: Estádio de Wembley, Londres (ING)
Data-Hora: 25/05/2013, às 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)
Auxiliares: Renato Faverani (ITA) e Andrea Stefani (ITA)
Público: 86,298 presentes
Gols: Mandzukic (15'/2ºT), Gündogan (23'/2ºT), Robben (43'/2ºT)
Cartões amarelos: Dante, Ribéry (BAY), Grosskreutz (BOR)

Fonte: Band Esporte

CORINTHIANS CAMPEÃO DO MUNDO 2012


Copa do Mundo de Clubes da FIFA - Japão 2012


Guerrero comemora gol que deu a vitória e o título Mundial do Corinth
Toru Yamanaka/AFP
16/12/2012

Guerrero faz, Cássio salva e Corinthians é bi

Atacante peruano fez o gol na vitória por 1 a 0, que deu o segundo título do Mundial ao Corinthians, em Yokohama, no Japão

Fábio Shimab

Com um gol de Guerrero, aos 23 minutos do segundo tempo, o Corinthians venceu o Chelsea por 1 a 0, e conquistou o título de bicampeão Mundial da Fifa, realizado neste domingo, no Yokohama Stadium, no Japão. Além do atacante, outro destaque foi o goleiro Cássio, que salvou o time fazendo verdadeiros milagres.

O título chegou ao Parque São Jorge pela segunda vez, uma vez que levantou a mesma taça em 2000, no Maracanã, diante do Vasco.

A taça alvinegra conquistada levou a torcida corintiana ao delírio do outro lado do mundo e em todo o Brasil.

A conquista do mundo veio justamente 22 anos do primeiro título Brasileiro conquistado no Morumbi diante do São Paulo, na vitória por 1 a 0.

O jogo

Nos primeiros minutos a marcação do Corinthians era eficiente e, com isso, a bola ficou pouco no meio campo do rival. Rafa Benitez foi ousado na escalação, com Lampard e Ramires de volantes, Moses, Mata e Hazard na meia. E, com isso, o time inglês levou perigo aos 10 minutos. Após escanteio, Cahill tentou duas vezes na pequena área. Mesmo caído, Cássio salvou em cima da linha.

Marcando forte, o Corinthians dificultava a saída de bola do Chelsea, que tocava a bola no campo de defesa. A primeira chance aconteceu num chute de Jorge Henrique, aos 18. Sheik teve duas oportunidades no contragolpe.

Aos 32 minutos, Hazard lançou Moses pela direita. Fábio Santos chegou atrasado, mas Paulo André conseguiu desarmar. A resposta corintiana veio a seguir. Guerrero dominou na área, ganhou de David Luiz, passou por Cahill e chutou cruzado. Na segunda trave, Emerson tentou e mandou rente à trave.

Aos 37,  Lampard lançou na medida para Fernando Torres, que na área, chutou para a defesa de Cássio. O goleiro salvou o time novamente e espalmou dois chutes, com Moses e Mata.

Nas finalizações, o time inglês deu goleada: 9 a 5. Na posse de bola, o time de Tite teve  43% e o rival, 57% pelas estatísticas da Fifa.

Segundo tempo

Os times mantiveram o mesmo posicionamento e a mesma escalação. E assim como no final da primeira etapa, o goleiro Cássio voltou a fazer a diferença e defendeu chute de Hazard aos 8 minutos.

O Corinthians melhorou e passou a ocupar mais o ataque. E aos 18 minutos teve a sua melhor chance. Guerrero foi lançado e fez o pivô, ajeitando para Paulinho, que chutou rasteiro à esquerda de Cech.

Aos 23, o Corinthians abriu o placar. Paulinho fintou dois marcadores, deixa para Danilo, que driblou o zagueiro e chutou rasteiro. Cahill bloqueou, mas Guerrero apareceu livre, no rebote, e cabeceou: 1 a 0.

O Corinthians tocava a bola no ataque e o rival fazia muitas faltas. Taticamente o time brasileiro era superior e o rival dependia do talento individual de seus jogadores.

Aos 40, Tite optou pela saída de Guerrero para entrada de Martinez. Cássio mais uma vez salvou o Corinthians, em um chute de na pequena área de Torres. O goleiro fez a diferença novamente em chute de Azpilicueta, aos 42 minutos.

No final  ainda, o time inglês ficou com um jogador a menos, com a expulsão de Cahill, e ainda marcou um gol de Fernando Torres, que foi anulado pela arbitragem por estar impedido.

Com o apito final, a Fiel, que lotou o Yokohama Stadium, festejou como em todo mundo.

Números 

Corinthians x Chelsea
Gols
1  0
Defesas
1  0
Chutes ao gol
2  7
Faltas
9  11
Cartães Amarelos
1  1
Cartães Vermelho
0  1
Impedimentos
9  11
Finalizações
7  9
Escanteios
4  3
Assistências
0  0

Ficha Técnica

Corinthians  4-3-3
GOL12 Cassio Ramos
DEF 02 Alessandro
DEF 13 Paulo Andre
DEF 03 Chicão
DEF 06 Fabio Santos
VOL05 Ralf
VOL08 Paulinho
VOL20 Danilo
ATA 23 Jorge Henrique
ATA 11 Emerson
ATA 09 Paolo Guerrero
Treinador: Adenor Bachi

Chelsea| 4-5-1
GOL01 Petr Cech
DEF 02 Branislav Ivanovic
DEF 04 David Luiz
DEF 24 Gary Cahill
DEF 03 Ashley Cole
VOL07 Ramires
VOL08 Frank Lampard
VOL17 Eden Hazard
VOL10 Juan Mata
VOL13 Victor Moses
ATA 09 Fernando Torres
Treinador: Rafael Benitez

Fonte: Band Esporte

Fã de futebol, Gerard Butler joga partida beneficente em Londres


15/12/2012

O astro Gerard Butler saiu do tapete vermelho nessa sexta-feira (14) para jogar uma partida de futebol no sul de Londres, Inglaterra, tudo por causa beneficente. A matéria é do site Mail Online deste sábado (15).

O escocês de 43 anos esteve em campo para dar visibilidade à Street League, que ajuda jovens por meio do esporte, e vestiu a roupa do causa. Na partida, ele brincou com os outros jogadores, arrancando risadas de dois deles, e correu bastante na fria tarde londrina.

Butler parece ter realmente entrado no personagem que interpreta em Playing for Keeps, longa que ainda será lançado e conta a história de um jogador de futebol aposentado e seu relacionamento com o filho e a ex-mulher, vivida por Jessica Biel. O filme terá também as estrelas Uma Thurman e Catherine Zeta-Jones.

Fonte: UOL

Corinthians encara Chelsea em busca do bicampeonato Mundial

Mauro Horita / Agif/Gazeta Press
O Timão tenta superar o favoritismo inglês para levantar a taça no Japão

16/12/2012

Timão tenta quebrar jejum sul-americano no torneio neste domingo (16)

Para conquistar o tão sonhado bicampeonato mundial, o Corinthians precisa derrotar na decisão o atual campeão europeu Chelsea, neste domingo (16), em Yokohama (às 8h30 no horário de Brasília). O clube brasileiro espera acabar com cinco anos de hegemonia de clubes do velho continente na competição.

Com um elenco repleto de estrelas, a equipe londrina é favorita, mas o Timão contará com o apoio de cerca de 20.000 torcedores para escrever uma nova página na sua história seis meses depois de ter conquistado o inédito título na Libertadores.

O Corinthians já foi campeão mundial em 2000, na primeira edição que contou com participantes de todas as confederações da Fifa.



O último time brasileiro a vencer a competição foi o Internacional, que em 2006 derrotou o Barcelona de Ronaldinho. Na temporada passada, o time catalão contou com o brilho do craque argentino Lionel Messi e não teve piedade do Santos de Neymar, que atropelou por 4 a 0 na final.

O Chelsea mostrou porque é o favorito da edição na quinta-feira (13), ao superar o Monterrey, do México com muita facilidade por 3 a 1 em Yokohama. Já o Corinthians sofreu muito mais para eliminar o Al-Ahly, um adversário considerado inferior aos mexicano, por 1 a 0, após passar um grande sufoco no segundo tempo.

Para a decisão deste domingo, o técnico Tite já anunciou que fará uma mudança em relação à seminal ao colocar Jorge Henrique no lugar de Douglas para deixar o time mais rápido.



- A primeira pessoa com quem falei foi o Douglas. Expliquei a importância da velocidade do Jorge Henrique, mas avisei: se prepara, que se na partida a situação não der o resultado esperado, vou fazer você entrar.

Tite ainda disse que o apoio do 'Bando de Loucos' da nação corintiana representa o maior incentivo para buscar a vitória apesar do favoritismo do adversário.

- Nosso objetivo é fazer uma grande partida para retribuir o carinho dos nossos torcedores, essa é a nossa essência, fazer uma grande jogo e mostrar a verdadeira cara do Corinthians.

Já o técnico do Chelsea, o espanhol Rafael Benítez, fez mistério em relação à equipe que colocará em campo no domingo. Na semifinal, ele surpreendeu a todos ao escalar o zagueiro David Luiz na posição de volante.

Não se sabe se ele vai repetir esta formação na final ou vai colocar David Luiz de volta na zaga e Ramires como primeiro volante, o que pode custar sua vaga ao meia Oscar, que foi titular no sistema muito ofensivo escolhido pelo treinador espanhol na quinta-feira.

FICHA TÉCNICA
CHELSEA X CORINTHIANS

Data: 16/12/2012 (domingo)
Horário: 8h30 (horário de Brasília)
Local: Yokohama, no Japão
Árbitro: Cuneyt Cakir (Turquia)

Chelsea: Peter Cech; César Azpilicueta, Branislav Ivanovic, Gary Cahill, Ashley Cole; Frank Lampard, David Luiz, Oscar (Ramires), Juan Mata; Eden Hazard, Fernando Torres
Técnico: Rafael Benítez

Corinthians: Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André, Fábio Santos; Ralf, Paulinho; Danilo, Jorge Henrique, Emerson; Guerrero
Técnico: Tite


Fonte: R7 Esportes

Messi garante mais um título: melhor do mundo. De novo


Messi, do Barcelona, comemora gol contra o Santos, durante a final do Mundial de Clubes, no Japão - 18/12/2011 (Keita Yasukawa )

É o terceiro que ele leva, consecutivo. Antes, Ronaldo e Zidane também levaram três trofeus da Fifa

10/01/2012

Agora sim, o ano do argentino Lionel Messi terminou, e pode ser descrito como perfeito: leva pela terceira vez seguida o prêmio de melhor jogador do mundo, a Bola de Ouro da Fifa, depois de se sagrar campeão mundial de cubes com o Barcelona (venceu o Santos na final por 4 a 0, em dezembro, em Tóquio), e garantir mais quatro títulos em 2011 com o Barcelona (Campeonato Espanhol, Liga dos Campeões, Mundial de Clubes e Supercopas da Espanha e da Europa).

Messi também foi eleito o melhor em 2009 e 2010, ano em que a Fifa unificou a sua premiação e a oferecida pela Federação Francesa, a France Football. Assim, ele fica com três prêmios, da mesma forma que o brasileiro Ronaldo (1996, 1997 e 2002) e Zinedine Zidane (1998, 2000, 2003). É o primeiro a receber o prêmio três vezes seguidas

Na disputa deste ano, Messi deixou para trás o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, e o meia Xavi, seu companheiro de equipe. A maior estrela brasileira, Neymar, do Santos, que estava entre os 25 últimos indicados, não fez parte dos três finalistas, mas estava na festa porque concorria ao gol mais bonito (marcado contra o Flamengo, em julho, no Campeonato Brasileiro).

Fonte: Veja.com

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...